Por Mariana Sagossi Em Notícias Atualizada em 18 DEZ 2019 - 09H46

Obras Sociais Redentoristas encerram 2019 com muitas conquistas

O ano de 2019 está chegando ao fim, e os oito Centros de Assistência Social Redentoristas espalhados pelos estados de São Paulo e Minas Gerais só têm a comemorar. Foi um ano de muitas conquistas e novidades para as obras sociais.

As conquistas começaram com o aumento do número de beneficiários que tiveram a vida transformada pelos serviços sócios assistenciais oferecidos. Vejam os números de 2019:

FAMÍLIAS1.900 
CRIANÇAS E JOVENS1.180
ADULTOS1.250
IDOSOS 350 
TOTAL 2.780
*pessoas nas atividades e programas oferecidos

Entre os que tiveram a vida transformada este ano pelos Projetos das Obras Sociais Redentoristas, foi Juliana Andreia, de 36 anos, mãe de 7 filhos e beneficiária do CAS Santíssimo Redentor, em Aparecida. Juliana chegou até o centro com quadro de depressão, problemas familiares e em total situação de vulnerabilidade social, e por meio do Programa SOS Família, das oficinas e atendimentos psicossociais oferecidos, ela conseguiu visualizar um presente e um futuro melhor. Voltou a estudar e se formou no Ensino Fundamental, foi inserida no Projeto Emergencial de Seguro Desemprego, começando a trabalhar e ajudar nas despesas de casa e resgatando, assim, sua autoestima e dando início ao tratamento da depressão.

“O CAS mudou a minha vida. Eu entrei aqui triste, sem perspectiva nenhuma, e hoje, depois de tudo o que fizeram por mim, eu sou outra pessoa. Eu sei que posso conquistar muitas coisas e ser feliz”, ressaltou a beneficiária.

Obras Sociais Redentoristas.
Obras Sociais Redentoristas.
Juliana tem sua esperança renovada na obra redentorista.


Hoje, Juliana é símbolo de superação para todos.
Atualmente ela está empregada e participa da oficina de artesanato e das reuniões socioeducativas, e se prepara para prestar concursos públicos.

Veja notícias deste anoParabéns, CAS Perpétuo Socorro pelos 10 anos de existência!Atividade com beneficiários une Música e Meio AmbienteBeneficiários participam de Torneio Intercolegial em São Paulo “Tudo começa em casa” é tema de reunião do Programa Semear Palestra com policiais da "Patrulha Família segura"Segurança na internet foi tema de palestra do grupo Vida Ativa Atividade reúne beneficiários para manifestação pública E não é só o CAS que transforma vidas, mas também os beneficiários, que aprendem todos os dias a pensar em como podemos fazer um mundo melhor e mais justo para todos. Exemplo disso é o beneficiário Pablo Augusto, de 12 anos, participante do Programa Semear, no CAS São Geraldo, de Potim.

Ele desenvolveu na oficina de matemática lúdica, um projeto nomeado “Planta dos Sonhos”. Pablo, ao ver as dificuldades enfrentadas pelo tio cego, desenvolveu o projeto de uma casa totalmente adaptada para pessoas com deficiência visual. Segundo ele, sua ideia não foi apenas pensando no tio, mas sim em todos os que necessitam.


Pablo mostra sua planta dos sonhos.


“Quando a educadora falou que teríamos que fazer um projeto para alguém com deficiência, pensei logo no meu tio, por ver de perto as dificuldades que ele tem dentro de casa, mas eu não quero ajudar só ele, quero ajudar todas as pessoas cegas a se sentirem melhor nas suas casas”
, disse Pablo.

A partir do ano que vem mais pessoas irão ter acesso aos serviços oferecidos com amor e alegria pelas Obras Sociais Redentoristas. Os moradores de Sapopemba em 2020 contarão com o CAS São Clemente, que até outubro deste ano, esteve presente desenvolvendo diversas ações na Cidade Tiradentes, e a partir de 15 de Janeiro de 2020 abrirá suas portas para a comunidade de Sapopemba, em parceria com o Centro Nossa Senhora do Bom Parto, o BOMPAR, que já possui grande experiência no trabalho de assistência social na capital. 


Nova sede do CAS São Clemente.


:: Conheça mais sobre o BOMPAR 

Para o diretor das Obras Sociais, Irmão Mário André, uma palavra resume o ano de 2019: alegria. Irmão Mário ressalta que foi uma alegria ver os beneficiários finalizando 2019 felizes, mudados e abençoados. O diretor destacou também sua satisfação ao ver que o número de participantes homens nos projetos aumentou.

“O que me deixou muito esperançoso este ano foi ver o aumento no número de homens e jovens em nossos programas, isso é muito bom. Me deixa feliz ver que estamos aproximando os homens dos nossos serviços”, frisa Irmão André. 


Ir. Mário e beneficiários.


Segundo o Irmão, a expectativa para o próximo ano é grande.
“Eu espero que 2020 seja ainda melhor que 2019, que possamos aumentar ainda mais o número de atendidos. Só peço a Deus que continue nos abençoando para crescermos cada vez mais na alegria, na esperança e na fraternidade, juntos dessas pessoas que tanto precisam do nosso apoio, encerra Ir. Mário.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Mariana Sagossi, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.